CNPE aprovou no dia 8 de junho de 2017 ampliação de áreas para licitação de blocos para petróleo em 2018

 8 de junho de 2017

Segundo informações divulgadas pelo Ministério de Minas e Energia (MME), foram incluídos setores na Bacia de Sergipe-Alagoas e na Bacia de Pernambuco-Paraíba na 15ª Rodada de Licitações de blocos exploratórios sob o regime de concessão, programada para maio do ano que vem.

Na reunião, foram apresentadas as áreas nas quais a Petrobras manifestou o direito de preferência para atuar como operador com participação mínima de 30% nos consórcios formados para exploração e produção nas 2ª e 3ª Rodadas de Licitações de Partilha de Produção. Dentro as áreas estão o campo de Sapinhoá e as áreas dos prospectos de Peroba e Alto de Cabo Frio. As duas rodadas estão agendadas para dia 27 de outubro. A União espera arrecadar R$ 7,75 bilhões a título de bônus de assinatura dos contratos, caso as oito áreas ofertadas sejam arrematadas.


O CNPE também antecipou para a 15ª Rodada de Licitações uma área da Bacia de Campos, e postergou, também na Bacia de Campos, uma área para 16ª Rodada de Licitações. Para 4ª Rodada de Licitações de blocos sob o Regime de Partilha de Produção, foi incluída uma área ao sul do prospecto de Uirapuru.

O Conselho ainda aprovou a política para a reestruturação do mercado de refino e derivados de petróleo no âmbito do Combustível Brasil, bem como a criação do Comitê Técnico Integrado para o Desenvolvimento do Mercado de Combustíveis, demais Derivados de Petróleo e Biocombustíveis (CT-CB). No âmbito das discussões foi também debatida a possível antecipação para março de 2018 da mistura de biodiesel ao diesel (B10).

A 34ª Reunião Ordinária do CNPE foi presidida pelo ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, com a presença do ministro da Agricultura, Blairo Maggi, além de outros integrantes do CNPE. A Eletronuclear tinha a expectativa de que a situação de Angra 3, que está com suas obras paralisadas, fosse tema do encontro, mas as discussões foram adiadas mais uma vez.

Texto: André Borges

Fonte: http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2017/06/08/internas_economi, 875149/cnpe-aprova-ampliacao-de-areas-para-licitacao-de-blocos-para-petroleo.shtml.

ENERGIA SOLAR TEM PERDAS DE EFICIENCIA

2 de julho 2017

O teor de partículas de poeira no ar vem prejudicando a produção de energia solar, essas partículas se acumulam sobre os painéis solares interferindo na eficiência do mesmo, segundo a revista exame a produção de energia tem perdas de até 25% podendo chegar até 35% a depender da frequência de manutenção dos painéis, o que tem causando perdas significativas ao setor.

“Nós sempre soubemos que esses poluentes eram ruins para a saúde humana e as mudanças climáticas, mas agora mostramos o quão ruim são para a energia solar”, disse Bergin em comunicado. . Segundo ele, essa nova descoberta representa mais uma razão para os políticos em todo o mundo adotarem controles de emissões, como proposto no Acordo de Paris.

Fonte: revista exame (http://exame.abril.com.br/tecnologia/energia-solar-tem-uma-pedra-no-caminho-ou-melhor-no-ar/)

SÃO PAULO PODERÁ SER O MAIOR PRODUTOR NACIONAL DE PETROLEO NOS PROXIMOS DEZ ANOS

5 de julho de 2017

O governador de são Paulo, Geraldo Alckmin, mostra otimismo em relação a noticias apresentadas pela Agencia nacional de petróleo (ANP), que aponta são Paulo como maior produtor nacional de petróleo nos próximos dez anos.

...“Haverá um impacto muito grande no sentido de empregos, investimentos e também a produção para o país”, afirmou em entrevista a imprensa. “daqui a dez anos, o próximo governador será um sheik de Abu Dabi”, brincou, referindo-se ao potencial da arrecadação com os royalties.

Segundo a ANP, as próximas rodadas de licitações dos campos de exploração e produção de petróleo e gás natural tem potencial para atrair US$ 40 bilhões em investimento ao Estado de São Paulo. Com isso são Paulo deve ultrapassar o Espirito Santo como segundo maior produtor.

Diante das projeções animadoras, o governador afirmou que pretende estrutura um plano para formação de mão de obra qualificada e obtenção de avanços no campo das ciências e inovações de óleo e gás, o governador também prometeu retomar o projeto de instalação de um centro de pesquisa da Petrobrás na baixada santista.

 

FONTE: O PETROLEO (http://www.opetroleo.com.br/sao-paulo-podera-ser-segundo-maior-produtor-nacional-de-petroleo-nos-proximos-dez-anos-2/)

CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA ENERGÉTICA ESTABELECE A POLÍTICA DE EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO DE PETROLEO E GAS NATURAL

6  de julho de 2017

Foi publicado no diário oficial da união do dia 6 de julho de 2017, politicas diretrizes e orientações para o planejamento e a realização de licitações, a fim de assegurar melhores condições para os investidores e a indústria;

Fonte: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=1&data=06/07/2017

14ª Rodada de Licitações

A ANP comunica aos agentes do setor de petróleo e gás natural, interessados em participar da 14ª Rodada de Licitações que realizará seminário técnico e seminário ambiental e jurídico-fiscal. 

O seminário técnico será realizado no dia 20 de julho de 2017 e o seminário ambiental e jurídico-fiscal no dia 21 de julho de 2017, ambos no auditório do Centro Cultural da Fundação Getúlio Vargas - Praia de Botafogo, 190 - Botafogo, Rio de Janeiro-RJ. 

O seminário técnico tem por objetivo apresentar as informações técnicas sobre as áreas que serão ofertadas na 14ª Rodada de Licitações. 

O seminário ambiental e jurídico-fiscal tem por objetivo apresentar os aspectos ambientais e tratar da legislação e dos instrumentos licitatórios da 14ª Rodada de Licitações, apresentando aspectos gerais do edital de licitações e do contrato de concessão.

 

Seminário técnico

Data: 20/07/2017

Horário: 9h30 (Credenciamento 8h30)
Local: Auditório do Centro Cultural da Fundação Getúlio Vargas

 

Seminário ambiental e jurídico-fiscal

Data: 21/07/2017

Horário: 9h30 (Credenciamento 8h30)
Local: Auditório do Centro Cultural da Fundação Getúlio Vargas

 

Cronograma Indicativo:

 

Evento

Data

Publicação do pré-edital e da minuta do contrato de concessão

18/05/2017

Início do prazo para preenchimento do formulário de inscrição, entrega dos documentos de inscrição e pagamento da taxa de participação.

18/05/2017

Disponibilização do pacote de dados técnicos¹

18/05/2017

Prazo final para contribuições ao pré-edital e à minuta do contrato de concessão e término da consulta pública

19/06/2017

Audiência pública (cidade do Rio de Janeiro)

27/06/2017

Publicação do edital e do modelo do contrato de concessão

20/07/2017

Seminário técnico

20/07/2017

Seminário ambiental e jurídico-fiscal 

21/07/2017

Fim do prazo para preenchimento do formulário de inscrição, entrega dos documentos de inscrição e pagamento da taxa de participação.

04/08/2017

Data-limite para apresentação das garantias de oferta

12/09/2017

Sessão pública de apresentação das ofertas

27/09/2017

Prazo para entrega dos documentos de qualificação (licitante vencedora)

02/10/2017

Adjudicação do objeto e homologação da licitação

Até 07/12/2017

Prazo final para entrega dos seguintes documentos: (1) de assinatura dos contratos de concessão; e (2) de qualificação da afiliada indicada para assinar o contrato, se for o caso².

22/12/2017

Prazo para pagamento do bônus de assinatura e envio do comprovante

Até 22/12/2017

Assinatura dos contratos de concessão

Até 31/01/2018

 

 

Fonte: ANP ( http://www.brasil-rounds.gov.br/Round_14/portugues_R14/setores.asp)

REDE SOCIAL
REDES INTEGRADAS: